Eu cada vez me passo mais!

31 de janeiro de 2014

Anda um puto na escola primária, no primeiro ano como a minha afilhada.
Ele todos os dias se mete com ela e lhe bate.
Hoje a minha afilhada saiu da escola ao meio-dia a chorar e a queixar-se que nem conseguia engolir a saliva porque o raio do puto lhe apertou o pescoço!
Passei-me!
Mas esta canalha não tem educação? Eu dou se for preciso!
Já manifestei o que sinto no que toca a bullying, são putos sim, mas é agressão na mesma! Ele não faz aquilo na brincadeira!
Agora as 17h30m estava um pai à espera do tal puto porque ele tinha dado um murro na cabeça do filho (do 3ºano!) e o miúdo passou a noite a vomitar e não se sabe porquê.
Agarrou no miúdo e acho que lhe apertou o pescoço.
Não é o melhor método mas se os pais não lhe dão ensino alguém tem de dar.
E quase de certeza que o puto não volta a bater em alguém!
5 esperanças

29 de janeiro de 2014


As coisas ultimamente têem andado muito mal em termos monetários...
O meu tio andou a roubar gasóleo do caminhão dele para vender, ou seja, roubou a minha tia, em milhares de euros...
Ela agora anda a receber das cargas que se faz e a maior parte do dinheiro vai para pagar as dívidas do senhor...
Para além disso as fábricas estão a demorar imenso tempo a pagar os serviços.
Só hoje é que o meu pai recebeu o ordenado deste mês.
Ele antes de ontem disse que só tinha 4 euros na carteira.
Eu já nem falo na minha mãe, ela está no desemprego há imenso tempo, ou seja, já está na fase em que não recebe nada.
O pagamento mensal dela, é o meu abono que acho que é mais alto, muito pouco, por eu ser isenta e ter a bronquite-asmática, não sei, não percebo nada disso...
Ou seja, eles só têem dinheiro para pagar as coisas da casa. Sim porque quem paga as coisas para a minha mãe cozinhar é a minha tia, uma vez que, o meu avô come cá todos os dias menos ao domingo.
A minha mãe diz que eu não devia pensar nisto porque fico pior do que já estou. Mas é difícil não o fazer...
Sábado é o jantar de crisma (finalmente) e eu vou ver como estão as coisas, se vir que não há hipótese de ir, não vou. Sim porque eu tenho dinheiro para este tipo de coisas e assim, mas prefiro guardar para quando for mesmo preciso....
A ver vamos...
Outra coisa, a minha professora de português planeou uma ida ao teatro para vermos a peça "Felizmente Há Luar".
Esta semana trouxe para a aula os papéis das autorizações.
Eu vi o papel, custo: 7,50 euros. O meu pai ainda não tinha recebido, a minha mãe não tinha dinheiro e eu disse logo para mim: Não vou...
Disse à minha mãe e ela disse que não havia hipótese...
Hoje disse à stora que não ia, no fim da aula ela chama-me e perguntou porquê que não ia, se tinha alguma actividade ou assim, eu disse que não. Ela percebeu logo o porquê e disse que como eu sou boa aluna, empenhada, participava, que nota-se que gosto muito de literatura e destes tipos de coisas. Disse que ia falar com a directora de turma, com a direcção e com a secretaria e para eu não me preocupar que podia ir que ela tratava de tudo.
Hoje a minha tia paga ao meu pai e eu fiquei a pensar ao início, mas depois lembrei-me com os pagamentos todos que ele tem para fazer ia acabar por ficar sem dinheiro outra vez. Ou seja, não ia.
Eu tenho de deixar de me preocupar com isto porque pareço maluquinha, mas olha.
Isto há-de resolver-se!
5 esperanças

Olha que só agora é que pensaram nisso...

27 de janeiro de 2014

Primeiro: Sábado toda a tarde, toda a noite e domingo de manhã com o gj, que loucura! Os putos não deixaram ninguém dormir!
Fizemos pipocas e tudo.
Domingo chego a casa as onze, deito-me na sala, a minha mãe acorda-me a uma para eu ir para a cama para o meu pai vir ver tv, deito-me na cama e só acordo às seis para jantar. Deito-me outra vez às onze da noite e acordei hoje para um dia de aulas normal, estava tão bem na cama....
Hoje a minha mãe foi falar com a minha dt, receber as notas e falar com ela para perguntar como estão as coisas e contar como estão as coisas, vocês percebem. A dt disse que eu não era a mesma Nea, que estava muito apagada, que não estava tão participativa e que desci à disciplina dela que é logo a mais importante e isso.
Disse que achava que não estava a ter o melhor acompanhamento neste momento, em termos hospitalares. Que havia alguma coisa que não está bem.
A minha mãe chegou a casa contou e disse que concordava. E eu disse: "Só agora? Depois de eu já ter dito tantas vezes que aquela médica não me está a fazer nada, é preciso ser a dt a dizer para ouvir?"
A minha mãe diz que vai arranjar dinheiro para ir comigo ao Dr.J. que é um médico particular que descobriu os quistos nos pulsos da minha mãe e o cancro na mama também. Eu sei que ele me vai descobrir logo o que tenho e possivelmente tratar-me logo disto. Mas é "couro e cabelo".
Eu tenho de arranjar uma maneira de melhorar sem ser necessário nada disso.
Eu não estou bem, não, eu sei que estou pior outra vez. Agora porquê? Não sei! Acumular de coisas, o facto de a minha mãe também estar sempre stressada e a descarregar em mim? Muito provavelmente. Mas não é só isso...Eu não sei.
Estou farta disto!

0 esperanças

Agarrem-me que eu vou-me a eles!

25 de janeiro de 2014

Então, logo é a actividade do gj, a gente vai "dormir" no salão.
Era suposto eu ter dormido bem de ontem para hoje para não ter sono...
Só que o meu vizinho de cima só chorava, mimado do caraças, até às tantas. Hoje eram nove da manhã já me estava a brincar com berlindes e as altas gargalhadas.
E eu a tarde não posso dormir porque não estou em casa.
Se eu logo não conseguir aguentar...
Eu vou arranjar um plano muito meticuloso para lhes mandar um tiro e não deixar rasto!
4 esperanças

Nunca mais é sábado!

22 de janeiro de 2014

A minha auto-estima tem estado muito embaixo ultimamente, mais do que o costume.
E o facto de a rotina ser casa-escola-casa-escola de condução - casa, não ajuda nada.
Esta a dar cabo de mim...
Preciso de Sábado por favor!
Preciso da noite de "loucura" com os meus louquinhos e já!
8 esperanças

Estarás sempre presente ♥

19 de janeiro de 2014


Ensinaste-me muito, foi contigo que pela primeira vez, aos 8 anos, consegui dormir fora de casa, contaste-me uma história até adormecer.
Sempre demonstras-te os teus sentimentos, fossem eles bons ou maus.
És a pessoa de quem mais memórias tenho da minha infância, memórias que nunca esquecerei.
Após quase 10 anos é claro que tenho saudades, é claro que ainda dói, mas como disse as memórias permanecem no meu coração, tu permaneces no meu coração e isso é que é importante!
És esterno 

When you walk through a storm
Hold your head up high
And don't be afraid of the dark
At the end of the storm
There's a golden star (sky)
And the sweet silver song of a lark
Walk on...
Through the rain...
Walk on...
Through the rain
Walk through the wind
And your dreams be tossed and blown...
Walk on... (walk on)
Walk on... (walk on)
With hope (with hope)
In your heart...
And you'll never walk alone
You'll never walk alone.Alone...

Parabéns padrinho*
20 esperanças

L. e mãe do L. (estupidezes do gj parte 1)

17 de janeiro de 2014

Mãe do L.: Ai que tu cantas tão bem esta música!
L. com a melodia da música que eu vou cantar: Nea, tu vais cantar este fado dia 8, e nem digas que não porque não tens opção....
Lá vai a Nea cantar uma música, solo, um fado, que vai fazer a maezinha e a tiinha e a famelga toda que estiver a ver, chorar. Mas ainda ninguém sabe, vai ser surpresa.
L. quando eu quero cantar salmos lá em cima tu não queres, e  agora que é um solo de fado tu ja queres imenso? Não te percebo rapaz! 

6 esperanças

16 de janeiro de 2014

O teste correu mal, muito mal!

17 esperanças

Happy Birthday Mom!! (and Dad)

15 de janeiro de 2014

Hoje a mãe faz anos, fui com ela e a tia a uma lojinha comprar uma prendinha.
Estive a estudar para o teste de matemática e agora estou aqui.
Daqui a pouco vou jantar a casa da vóvó paterna, ela fez questão que a gente fosse lá, é a prenda dela.
Hoje também é o aniversário de casamento dos meus pais ihih
Amanhã tenho um teste...
E vou à primeira aula de código secalhar
10 esperanças

Eu estou bem...

12 de janeiro de 2014

O L. disse que não havia problema nenhum, que a M. anda apenas stressada, que ia apanhar bem as músicas e podia ir ao concerto à vontade.
Lá fomos.
Foi espectacular.
O público adorou-nos, estava sempre a pedir mais.
Ri muito, mas mesmo muito, estar com eles faz-me muito bem.
Adoro aquela gente.

4 esperanças

Vai-me custar imenso, mas vai ter de ser.

11 de janeiro de 2014

Eu na missa vou perguntar-lhe como é que eles querem fazer.
Eu tive dois aniversários ontem à noite 2, super importantes.
Um de uma pessoa que está comigo desde o berço e outro da minha prima E.
Em casa da minha amiga começamos a jantar às 21:30, porque os rapazes tiveram treino, saí de lá e fui a correr para o café para cantar os parabéns à minha prima e estar um pouco com ela.
Ligam-me do gj a perguntar se eu não posso ir, e como é que ia ser, que estava lá toda a gente que ia ao concerto, menos eu, como é que ia ser hoje? Se eu não sei umas musicas.
Eu disse eu não fui aos ensaios porque tinha coisas mais importantes para fazer, ela sabe a importância que eu dou ao gj, dedico-me ao máximo, sou das que menos falta mas desta vez não podia ser mesmo! A família primeiro!
Eles não tem noção da confusão que tem sido estas ultimas duas semana, mas mesmo assim querem que eu dê tudo e mais alguma coisa, não pode ser.
Hoje se continuar a dizer que eu não sei as músicas e que assim é difícil eu digo: "Não querem que eu vá ao concerto sendo assim? Eu não vou, podem ficar descansados!"
Vai-me cortar o coração já sei, porque eu queria mesmo ir, e é quem mais me pergunta se eu vou e que vai ser altamente, mas assim não pode ser!
É como diz a minha mãe: Eu já tenho 18, se até aqui soube gerir as coisas, agora ainda mais.
Há decisões que, por mais que custe, têm de ser tomadas!

Vocês vejam a entrevista da Hanna senão eu dou-vos um tiro!
4 esperanças

Isto não pode, eu não deixo!

9 de janeiro de 2014

De domingo para segunda tive uma crise, não queria ir para as aulas. Mas fui!
Na terça talvez por causa do sistema nervoso, andei sempre a correr para a casa de banho, ou seja, não pude ir às aulas, ontem tive consulta de peudopsiquiatria.
Disse-lhe de domingo e de terça, disse que sentia que andava mais em baixo outra vez, disse o que a minha mãe me disse, que achava que ando a comer menos, disse que já não ando no ginásio e que odeio ficar em casa sem fazer nada, disse que se passasse mais de dois dias em casa que dava em doida, começava a ficar irritadiça e triste.
Perguntou-me porque não voltava ao ginásio! Ora porque não há dinheiro nem companhia!
Disse que não ia dar para frequentar os grupos porque o hospital sofreu um grande corte, e não há "material" nem pessoal suficiente para isso, e que como é para gerir a ansiedade que eu faço isso muito bem e não era necessário!
Voltamos a falar dos ataques de pânico, como eu falei que sentia o coração acelerado quando os tinha, mas também noutras alturas, ela disse que ia fazer um pedido para um electrocardiograma. 24horas.
E depois de tudo, disse que iamos começar a reduzir a medicação até parar de tomar!
WTF?!
Ontem à noite não dormi nada de nada!
Não cismei com nada, não estava a pensar em coisas que não devia, apenas não preguei olho a noite toda e não me perguntem porquê.
Hoje de manhã, talvez devido a não ter dormido nada, estava mesmo mal, não queria nem por nada ir para as aulas, deu-me um ataque de choro, estava super nervosa! Não sei o que me deu, nem o porquê...
A minha mãe disse que não ia parar de tomar os comprimidos coisa nenhuma! Disse que da próxima vez que fossemos à médica que não vinha para fora, nem que ela pedisse como foi desta vez, vai ficar lá dentro e dizer que estou pior, pelo menos agora, que parece a altura em que andava em L., e isto não pode ser!
Não pode ser mesmo!
Eu não quero, eu odeio o facto de estar a ficar assim outra vez, desta vez não tenho motivos.
Isto deve ser um click que dá de x em x anos a quem tem depressão e não a cura, mas eu tenho de curar isto meu Deus!
Eu tenho de arranjar um médico decente que me diga o que eu tenha, que veja como eu estou e que não se limite a receitar ou deixar de receitar medicamentos quando não deve!
Eu preciso de alguém que me diga se eu tenho depressão, bipolaridade ou o caraças! Mas que me diga! Que eu não tenha de perceber por medicamentos, eu nem sei que tipo de depressão é, nem em que fase está!
Eu tenho de ir às aulas, para manter certas notas e subir outras! Eu tenho de ter cabeça para isto, e desta maneira eu não tenho e eu quero ter! Preciso de alguém que me ajude decentemente men!
Eu posso parecer normal pela maneira como escrevi o post, mas eu estou nervosa enquanto escrevo isto, porque não quero estar assim, eu não quero ver a minha mãe ficar doente por minha causa!
Eu estou cansada, certos momentos sinto-me farta de tudo.
Eu tenho 18 anos, eu sei, mas é também isso que me está a stressar, é muito coisa, responsabilidade ligada a isto, eu não quero ser maior de idade, eu quero ser pequenina outra vez, ingénua, sem saber o que são certas coisas...
Tenho teste para a semana, e não tenho arranjado paciência para estudar, eu sei que percebo aquilo tudo, mas no estado em que estou eu olho para aquilo e não sei o que fazer...
Eu tenho de ter calma, continuar a ter força, mostrar que consigo acabar isto, que sou a heroína desta história.....
Eu sei dançar na chuva, mas neste momento, só queria um bom guarda chuva.

Vejam a entrevista da Hanna gente!!
16 esperanças

Foi a melhor prenda que me podias ter dado!

8 de janeiro de 2014

Se vocês soubessem o que eu já chorei depois de ler isto, ai se vocês soubessem!
As saudades estão a matar-me seu feio!
Deu-me um aperto no peito quando li isto! Não se faz!
Anda cá de férias, a minha mãe diz que podes ficar em nossa casa ahah
Sabes que ela te adora, e até ela tem saudades tuas, quem não tem!
Fico feliz por após 3 anos continuares com essa tua doçura e eu ser das pessoas com que, apesar de não falares muito, sou com quem falas mais de cá xD
Lembras-te do post em que disseste "... Portugal, meu país, eu vou voltar"? Então volta sim? zx
Não faça isso com a gente não cara!



P.s. Ficou o template de Paris, porque o template 2 tinha um problema com os links e atrofiava um bocado, e o 4 não tinha o link dos comentários, nem eu o consegui meter, e como este é muito lindo e está perfeito, tudo direitinho, fica este!
1 esperanças

Oh Gosh!

Parabéns para mim então.
Já lá vão 18 anos de muitas histórias, boas e más...
É tempo de continuar a escrever e pensar somente nas boas.
Os dois ultimos anos foram os mais complicados, mas também, um pouco graças ao blog, consigo ultrapassar os obstáculos com muito apoio.
E agradeço a muita gente por isso!
Obrigada por esterem presentes <3

Parabéns à Maria Inês !

Leiam a entrevista da Hanna no post anterior!

7 esperanças

O que dizem os teus olhos Hanna?

6 de janeiro de 2014

Era suposto esta entrevista ter sido publicada ontem, mas eu não agendei, e foi um dia não.
Mas é publicada hoje!
Ao longo da entrevista façam o favor de ouvir só e somente esta música, e podem procurar no youtube as músicas que ela refere numa pergunta e ouvir também.

Perguntas gerais:
Memória de infância que mais te marcou pela positiva?
Agarrar no meu primo ao colo, era tão pequenino, não me lembrava de alguma vez ter segurado na vida de alguém com todo o cuidado... Quando o peguei, juro que ele sorriu. Eu tinha 9 anos e ele 1 dia. 
E pela negativa?  
Ver o meu padrinho agredir a (ex)mulher, minha tia, irmã da minha mãe. Nunca fui capaz de o contar a alguém. Eu tinha 8 anos.

De que mais tens saudades?
De Marbella

Mudavas algo na tua vida? Se sim, o quê?
Nadinha, esta e a minha vida, estas são as minhas escolhas, boas ou mas, quais quer que sejam as consequências, fui eu que as fiz.

Qual o teu maior medo?
A minha mãe morrer.

E o teu sonho?
Ser arquitecta.

És supersticiosa? Se sim, com o quê?
Sim, tenho o meu feng shui, e estúpido... Mas em restaurantes ou assim sinto-me "destinada" a sentar-me neste ou naquele lugar.

Comida e bebida favoritas?
Carne de porco a alentejana, desde sempre... Bebida, ha coisa de duas semanas que e Moscatel... ups.


Nickname?
 Hanna Marin ou Vicky Velvet.

És mais de sair à noite ou do tipo caseira?
Caseirinha, ihihi.

Um desenho animado.
Kim Possible.

Uma princesa?
Cinderela.

Um super-herói  
Batman.

Tens algum fetiche/mania?
Fetiche: rapazes de boxers... Hmmmmmmmmm. Mania: roer as unhas, upsiiiii.

E vícios?
Chá verde.

Diz algumas coisas de que gostes
Cheiro a mar, sentir-me livre, a minha labradora, o meu iPad, o meu MacBook, o meu iPod, a minha cama.

E que não gostes.
Cheiro a gasolina, swag, sítios sem bom ambiente.

Diz uma música que te descreva e uma que descreve a tua vida
Que me descreva: tonight, doos reamon. Que descreva a minha vida: yellow e fix you dos coldplay e comfotably numb, dos pink floyd.

Se fosses outra pessoa, o que dirias de ti?
Sou adorável, ehehe.

Que coisas loucas já fizeram por ti?
Tudo um pouco: um amigo meu já fez strips em frente a irmã, porque eu pedi ihihi (ele e lindo)

Que coisas loucas tu já fizeste?
Sair de casa para ir ao bar com dois amigos, acabar por passar pela discoteca com um deles, "fugir" com esse para leça da palmeira as 4 da manha e chegar a casa as nove da manha, doze horas depois de ter saído.

O talento emociona-te?
Imenso.

Quais são os teus blogs favoritos. Porquê?
Todos os que sigo, comento... Todos os que me seguem. Tenho uma óptima relação com todos os meus seguidores. Não acho que ajam "maus" blogues, gosto de todos, cada um no seu género.

Qual foi o maior susto que apanhas-te?
Pensar estar gravida.


Se tivesses que compensar alguém quem seria e porquê?
O meu primo. Porque sinto que estraguei a nossa relação ao afastar-me do meu padrinho, pai dele. Odeio o meu padrinho.

Achas que deves algum tipo de desculpas a alguém?
De momento não, sou orgulhosa, mas sei quando me desculpar e admitir que estava errada.

Vais ser mãe, achas que serás uma mãe autoritária ou do tipo brincalhona?
Depende da situação em que me encontre, claro.

Uma qualidade tua que adores?
A minha simpatia. E um defeito teu que odeies. Sou uma cabra para quem merece... Sim, merecem, ainda assim gostava de ser mais indiferente para com essas pessoas e não perder tempo a fazer-lhes a vida num inferno; não merecem.

Lidas mal com o quê?
Gente hipócrita.

Filme favorito?
Star Wars, episódio três.

Preto ou branco?
Branco, que e a junção de todas as cores.

Praia ou campo?
Campo.

Drama ou comédia?
 Comédia.

Terror ou romance?
Terror.

Decorar ou improvisar?
Improvisar.

Manhã, tarde ou noite?
Tardes longas de verão, noites frias de inverno, manhas de outono e primavera.

Devagar ou depressa?
Devagar, não se deve acelerar algo que queremos que dure para sempre.

Sms ou telefonema?
Sms, mais pratico.

Olhos ou boca?
Olhos.

Ler ou  escrever?
Ambos, dai ter um blogue.

Com ou sem?
Com.

Proibido ou obrigatório?
Obrigatório.

Livros ou filmes?
 Livros.


Perguntas pessoais:
Tu tens dois blogs, o "Hanna Marin" e o "Avenida dos Aliados" (que eu já confessei adorar o nome) em conjunto com a Olivia M. porque o criaram?
O Hanna Marin e o meu bebe... Obrigada, o mérito e todo da  Olivia M. O blogue inicialmente era o blogue de desabafos dela. Conheço a Olivia M pelo seu nome verdadeiro de outras vidas, portanto, quando tive a ideia de criar um blogue de desabafos, ela convidou-me a fazer parte do dela, logo aceitei, ela e uma querida :)

Tens o "Hanna Marin" desde quando? Uma vez que o arquivo vem de Novembro, mas como referes, apagas-te todas as mensagens anteriores. E porque decidis-te mudar todas as mensagens passadas para rascunho?
 Ora, eu tenho blogues ha quase 7 anos, quando algo na minha vida tem uma mudança repentina, passo todas os meus posts para os rascunhos .... E uma maneira de aliviar e dar um "fresh start" ao meu blogue. Este blogue existe desde Agosto de 2013, foi o meu refugio quando apaguei o meu antigo blogue.

Como podemos ler num post teu de "ovos moles" tu és de Aveiro. Gostas da tu terrinha? Porquê?
Sou de Aveiro, mas não gosto muito da minha terrinha, gosto de locais específicos... A qualquer hora trocava Aveiro por leca da palmeira e foz do porto sem pensar duas vezes, tem um ambiente mais descontraído, "terrinhas" com que mais me identifico.

Tu tens uma vida amorosa um pouco "confusa" digamos, queres explicar-nos as coisas desde o princípio?
Meu deus! Ora bem... Ando no on e off com um rapaz (blog), o André, desde Maio de 2013... Mas discutimos imenso... Encontro sempre refugio nos braços de um amigo colorido|namorado que conheço há mais de 11 anos, o Tiago... Ele da-me o apoio e carinho que o André não da quando mais preciso. Ao contrario do André, este esta sempre la para mim. Ainda assim, sou uma apaixonada, e "apaixono-me" todos os dias, por estranhos que veja. Enfim...

"Vou ter saudades do meu ex-namorado. Vou ter saudades da minha ex-melhor amiga.", queres falar deste post?
Este post escrevi quando o André tomou a decisão de me tirar da vida dele. De acabar tudo o que algum dia construímos. Não conseguia sequer falar com ele. Estava chateada, irritada. Da minha ex-melhor amiga... Bem, ela trocou-me. Não consigo desculpar isso. Claro que não tenho stresses que ela se de com outras pessoas, que seja feliz... Agora deixar-me pendurada por alguém que acabou de conhecer? Fogo, doeu.



Imagina que estávamos frente a frente, que esta entrevista é feita pessoalmente. Como achas que seria a nossa conversa? As nossas caras, quando te ririas?
Ahaha, acho que me riria e sorria imenso. Não consigo estar seria. Apesar de tudo, sou uma criança feliz. Tu, das duas três: ou me achavas piada... Ou me mandavas internar. ehehe

O que dizem os teus olhos?
Que sou sincera.

Gostaste da entrevista?!

Gostei, acho uma óptima forma de estar algo mais intima com os meus seguidores (e os teus) e de lhes dar a conhecer uma parte de mim que são capazes de nunca conhecer por serem coisas tão directas como "a minha comida favorita", esclarecimento de posts e situações e coisas deste género. Aproveito para te agradecer. Foi um bocado bem passado, e acredita que algumas perguntas são difíceis de responder, necessitam de muito ponderamento. Gosto imenso desta iniciativa e espero que continues, pois também adoro ler sobre outros bloggers, obrigada :)
1 esperanças

Ready for tomorrow?

4 de janeiro de 2014

Bem a Hanna é uma rapariga sem rodeios!
Dá logo a resposta e não anda cá com coisas!
Por isso é que foi tão dificil encontrar excertos para colocar aqui, mas lá consegui!
"(...) esta e a minha vida, estas sao as minhas escolhas (...)"

"Odeio o meu padrinho."

"(...) sou orgulhosa(...)"

"(...) gostava de ser mais indiferente para com essas pessoas (...)"

" (...) quando tive a ideia de criar um blogue de desabafos, ela convidou-me a fazer parte do dela (...)"

"(..) quando algo na minha vida tem uma mudanca repentina, passo todas os meus posts para os rascunhos (...)"

"Ainda assim, sou uma apaixonada, e "apaixono-me" todos os dias, por estranhos que veja."

"Fogo, doeu."

"(...)ou me achavas piada... Ou me mandavas internar"
" (...) dar a conhecer uma parte de mim que sao capazes de nunca conhecer (...)"
11 esperanças

Hanna!

3 de janeiro de 2014

Ola criaturas! Preparem-se para a coisinha mais importante do momento: a minha entrevista!... hm, nem por isso. 
Esta entrevista foi no ambito da rubrica da Nea "o que dizem os teus olhos" por isso relaxem, encostem para trás e disfrutem por conhecer algo mais de mim, beijinhos e ate já :)
- Hanna Marin

P.S. Oh Amy agora sou eu!
Onde raio te meteste?!
15 esperanças

Mais uma vez o fim de semana vai ser em grande! (Não este, o outro)

Mas há um pequeno problema.
Eu faço anos na quarta. A S. a amiga de infância, conhecemo-nos desde o berço literalmente, faz no dia a seguir...
Eu tenho um concerto de grupo de jovens em Gonça, no dia 11 (sábado), em que saímos daqui às 7h30min e chegamos à 1h, não é da tarde, da manhã!
E a S. convidou-me para a festa de anos dela, no dia 10, jantar em casa dela e depois vamos até um bar.
Pois, grande problema, ou durmo cerca de 5 horas, para no dia seguinte andar até à 1h da manhã, ou vou só jantar a casa dela e não vou ao bar, se fosse ao bar estaria a festejar os meus 18 anos com ela, mas prontes... Vou ter de me decidir, e perguntar à mãezinha o quê que ela diz naum é?
E no domingo ainda vou ter de fazer revisões se não estiver a dormir, por isso é que isso das revisões já estive a adiantar até agora...
Vai ser bonito, vai vai!

P.s. Houve um empate entre o 2 e o 4 template, vão aqui ver quais são e depois votem da sondagem aqui ao lado!
9 esperanças

Depois dá nisto...

2 de janeiro de 2014

Finalmente encontrei vários templates que adorei, mas agora tenho um problema....
Qual deles escolher!
Podem dar-me uma ajudinha?
Preferem o que está (Paris)?
1

2, aumentei a segunda imagem porque não dava para perceber como é, mas é muito giro este, a seguir ao que está é outro que eu gosto muito
3
4
5
Com as devidas alterações e tals...
Ou preferem um dos acima? (Digam o número)
24 esperanças

Pronto, eu digo-vos...

1 de janeiro de 2014

2014 vai ser mais de mudanças que 2013 porque:
Faço 18 (pois, não queria, não queria ser adulta, mas por outro lado quero todas as mudanças que esta idade me traz)

  • Vou tirar a carta.
  • Vou entrar na universidade (sem houver dinheiro)
  • Vou ao primeiro encontro de grupo de jovens.
  • Vou tentar trabalhar nas férias.
  • Vou visitar e ajudar muita gente com a pastoral juvenil.
  • Vou procurar fazer voluntariado.

É pouco coisa, mas são muito importantes!
E como dizem que "Quem tem de mudar não é o ano mas sim tu!", estas coisinhas aqui em cima chegam para provar que não é apenas o ano que muda certo?
12 esperanças
Pagina anterior Proxíma pagina Voltar Topo