Que dia!

6 de junho de 2013


Estava tudo tão bem...
Tinham de me vir dizer que ele só chora, não come...
"Os rapazes da turma não andam com ele, ele vai ter com os outros "amigos"!"
Não me acredito! Não!
Eu conheço-o!
Ele é que se isola!
Para além disso ela não tem de ir ter com aquela cambada, ele sabe perfeitamente que muitas vezes eu estou sozinha, e mesmo que não esteja, ele anda comigo! Eu não ando só com raparigas...
Ele afasta as pessoas, eu sei, porque já fiz o mesmo...
Mas escusa de estar a agir como se fosse eu a ter a culpa de tudo o que aconteceu, o maior culpado foi ele...
Não fui eu que andei a apalpar outros no carro dele! Não fui eu que prometi não fumar e meses depois estava a fumar, e não era só tabaco! (Tinha de dizer!)
Vocês perdoavam algo assim, esqueciam algo assim? Voltavam a sentir o que sentiam no ínicio, ainda por cima se a outra pessoa vos trata com frieza e não vos conta as coisas como contava?
Pois...
E ele em vez de demonstrar o que demonstra em casa, não, anda aos sorrisinhos para outra rapariga, todo amigo, todo confidente.
Não, não são ciumes, eu já não gosto dele. É mágoa porque ele disse que mesmo assim continuava a gostar de mim e disse que antes de ser namorado era amigo. Ele não está a ser amigo como era, não.
Eu fiz tudo, tudo...

Eu chorei, confesso, chorei mesmo muito a escrever isto, principalmente a ultima parte...
Mas amanhã já não se passa nada!
É do dia...

Mensagem recebida de resposta a perguntas que lhe fiz depois do que me disseram:
"Eu já não gosto de ti.... A sério...."
Quem me dera que fosse verdade. Eu só não ando muito bem ultimamente por causa disto tudo, porque me preocupo com ele apesar de tudo e ele ... Enfim.

"Não chore! Cabeça erguida! Não está satisfeita com o seu desempenho? Oh minha querida quem me dera a mim que metade da turma tivesse o desempenho que você tem! Você é um exemplo. Não desiludiu, nem desilude ninguém, muito pelo contrário! Você só tem motivos para ter orgulho de si própria!
Eu sei que você é capaz, e você também sabe...."
Não, não chorei ainda mais com estas palavras, limpei as lágrimas e abanava a cabeça como um sim e esboçava um sorriso a cada coisa que era dita por ela.
Fiquei triste, chorei, mas também passei o dia com vontade de chorar, olha, é da fase do mês...
A seguir estava com a D., o J., o Mi., o R. e mais uns quantos rapazes. Os rapazes estavam a voltar do campo, o parceiro chega ao pé de mim e põe um dedo em cada um dos cantos da minha boca e pressiona-os para cima, como quem diz "sorri" e eu? Sorri,

Mas sorri mesmo mesmo assim, de orelha a orelha e não foi só porque sim, mas sim porque eu tenho de manter a cabeça erguida e ser positiva!
Tristeza só atrai tristeza....
E D. não, não é mesmo o fim! Eu acho que não. E só vou acreditar nisso quando para o ano estivermos mesmo separados.
Até la.... "SIZE THE DAY! (CARPE DIEM)"


3 comentários:

  1. Princesa, sorrir sempre, sim? Não te quero tristinha...
    R: Não, não segui os conselhos do meu pai xb

    ResponderEliminar
  2. Espero que já estejas melhor! Amanhã é outro dia e de certeza que tudo vai correr melhor!

    ResponderEliminar